Dança, Yoga e meditação para cura e renovação em janeiro de 2014!


A jornada de Danças, Yoga e Meditação vem somar estes 3 caminhos que integram mente e corpo indissoluvelmente numa semana atípica que quer plantar uma semente preciosa na experiência de seus participantes.
Uma mistura de disciplina, de treinamento, da repetição e do estímulo continuado no sentido de melhorar o fluxo respiratório e alinhamento da coluna e toda a comunicação entre o sistema nervoso e estrutura física e orgânica, mais a graça da dança, da música e a concentração da meditação. A medida do trabalho físico procurou ser dosada para não machucar ninguém e o que se pretende é dar a medida que acione a sabedoria do corpo avançando como um todo rumo `a sua purificação de toxinas mentais, emocionais e físicas. Esta purificação abre caminho pro novo que cada um precisa, o novo alento, o novo passo, o espaço criativo que é inerente àquele que voltou pro território sagrado onde mora a sua alma.
Num primeiro momento, o grupo não pretende ser fechado, estando aberta a possibilidade de se freqüentar os cursos da jornada, sem estar participando dela toda. Mesmo para cada curso, será estimulado o vínculo com o processo que cada pessoa escolheu vivenciar nesta semana e com o grupo a que ela pertence.

Sobre cada curso da jornada:

Hatha Yoga com foco na respiração, imunidade e auxiliar na liberação de vícios e dependência química – aulas que trabalharão direta ou indiretamente sobre estes temas e que darão suporte e reforço aos inícios de ano cheios de planos para alcançar maior integridade e saúde.
Ritmos & Fluxo – danças e movimentos de inspiração étnica e contemporânea em aulas descontraídas para soltar o corpo hora de modo ritmado, hora em movimentos circulares e contínuos.
Danças devocionais – danças de origem mediterrânea, originais do sul da Itália, com raízes muito antigas e que remetem a uma época encantada que se relacionava intensa e amorosamente com as forças da natureza, vendo-as como um espelho dos anseios da alma.

OBS.:
1. As aulas de yoga serão seguidas de trabalho comunitário com atenção plena, pra quem quiser participar. Será meia hora ou menos fazendo alguma atividade no espaço com a mente focada e o coração aberto. Esta é uma prática comum nos retiros Zen budistas e é chamada de Samu.
2. As aulas de Danças Devocionais começarão com uma prática de meditação de meia hora, seguida de uma roda de conversa, onde os participantes se colocarão em seus processos e poerão ser introduzidos ao universo das Danças Devocionais do Sul da Itália.

 
Sobre o espaço:

O Espaço Roda Om se concebe como lugar de cultivo do ser, através de práticas tradicionais como o Yoga, das artes da Dança e da Música, do bem conviver e apoiar projetos afins, que se adequem ao nosso perfil.

Roda Om – espaço de yoga, artes e encontros , nasce em 2008 como um espaço virtual no blog rodaom.blogspot.com -
notas e divulgações sobre yoga, dança e performance.
Em 2011, ele se torna um espaço físico real onde a sua fundadora e diretora Daniela Morais ministra aulas de yoga e realiza atendimentos terapêuticos que mesclam as técnicas do Reiki, de várias abordagens de massagem orientais e self-healing e também abriga o trabalho do terapeuta Joviniano Resende, com as técnicas de E.F.T., Terapia de Integração Crânio Sacral e Massagem Thai e cursos de Magnified Healing. A partir de 2012, o espaço se torna sede de ensaios do grupo cênico musical Taranta Brasiliana.
No início de 2014, em novo endereço, o Roda Om, sai do coração de Barão Geraldo e vai pra Vila São João, num espaço mais confortável, mais espaçoso e cercado por árvores e o ambiente amistoso da Vila.
No novo endereço, encontra-se a sede do Instituto Abaeté, uma Associação Civil que realiza e apoia ações relacionadas às artes, cultura, educação e meio ambiente, desde 2007.

Sobre a fundadora e coordenadora do Espaço:

Daniela Morais
Bailarina graduada pela UNICAMP, norteou suas buscas na direção da consciência corporal, do estudo e prática das abordagens que integram mente e corpo e que concebem o corpo como veículo de acesso ao subconsciente e como ponte reveladora entre consciente e inconsciente. Entre os antigos grupos de estudo sobre o Butoh, coordenados pela estudiosa Cristine Greiner na PUC São Paulo, e a experiência prática com artistas que tiveram a experiência direta com os mestres desta arte, foi tecendo o seu modo particular de ver este processo na sua experiência pessoal. Passou por treinamentos em dança contemporânea e o contato direto com fontes ligadas à danças de matrizes africanas e afrobrasileiras.
Em 2002, depois de um período em contato com vários curadores vibracionais e de linhagem xamânica, conheceu uma dança ritual sul italiana usada como cura e ligada a uma rede de símbolos que tocou profundamente o seu coração. Esta experiência foi se renovando por anos a fio, através da artista e pesquisadora Alessandra Belloni. Em 2011, foi à Itália para um curso de aprofundamento nestas danças com esta artista e, a partir de então, tem se dedicado à pesquisa e aplicação de um formato que integre os fortes símbolos que esta tradição carrega, com a intenção de compartilhar esta luz e arte aqui no Brasil, entre brasileiros e descendentes de italianos.
A partir de 2013, começou seu estudo de canto com a professora Ana Salvagni. No mesmo ano, o grupo Taranta Brasiliana, tomou corpo e fez apresentações na Praça do Coco, Centro Cultural Casarão e CIS Guanabara, sempre com o apoio do Instituto Abaeté.